BLOG

Entrevista Convidados – Midas Team Alisson Piekazewicz

3 de setembro de 2018 | Poker news

Entrevistamos Alisson Piekazewicz, profissional do poker que contou com um pouco sobre seu começo no jogo e sua rotina diária. Confira!

Quando e como você começou a jogar Poker?

O ano é 2007 eu devo ter uns 16 anos. Eu e meus amigos vamos pra praia no começo do ano e, antes de ir, minha amiga que era a dona da casa me pergunta se eu sei jogar poker porque a galera que geralmente ficava no condomínio da casa essa época costumam jogar em dias que chovia ou que não tinha nada pra fazer.

Bem, eu não sabia jogar, então vou pra internet procurar as regras e tentar aprender. Me lembro de baixar algum site de poker online e jogar playmoney pra aprender. Vamos pra praia e acontece que só chove e, consequentemente, a gente praticamente só joga poker a estadia toda (risos).

Em seguida, um amigo me chamou pra jogar um homegame. Depois, comecei a jogar em clubes, fui dealer e comecei a jogar online e daí só foi “evoluindo” até eu me tornar jogador profissional de poker. Muita gente não sabe, mas fui um dos primeiros a jogar no Midas Team, inclusive eu que dei a ideia do nome.

O que te inspirou a ser um profissional deste jogo?

Sempre gostei de jogos de baralho e de jogos de estratégia. Então você pode imaginar que eu fiquei fascinado quando descobri um jogo que juntava os dois. Adicione isso ao fato de eu ser competitivo e de ver a possibilidade de ganhar dinheiro fazendo isso, e eu tinha a “inspiração” necessária para virar profissional.

Sempre soube que levaria isso a sério?

Não, até eu saber que existiam pessoas que tinham isso como profissão e ver que é possível viver disso. Eu fazia Engenharia Elétrica quando comecei realmente a jogar constantemente e é difícil largar e dizer que vai viver de jogar Poker. Então eu assumi o risco, mas meio que queria ver onde isso ia dar. Culpo a variância boa por eu ter começado a levar a sério.

Muita gente joga Poker como um hobby, por diversão. Nas horas “vagas”, o que você faz para se divertir?

Eu gosto de praticar esportes no geral: futebol e futevôlei principalmente. Gosto de viajar, além de séries e filme com a namorada (risos).

Na correria dos jogos, dá tempo de comer bem? Qual o seu prato preferido?

Dá, mas ou você vai gastar dinheiro (às vezes eu peço comida de um lugar que entrega refeições saudáveis completas pra 2 dias) ou vai gastar tempo, deixando tudo preparado antes. Eu tento sempre fazer um dos dois, mas ao mesmo tempo já aprendi a fazer refeições completas em 5 minutos quando a coisa aperta (risos). Meu prato preferido – tirando a comida da minha mãe, que é unanimidade de todos – é o malai kofta [um prato típico indiano que consiste em bolas de queijo paneer com molho cremoso].

Como você se prepara físico e mentalmente para um torneio live ou uma maratona de torneios online?

Eu pratico yoga, esportes e medito todos os dias, além de tentar me alimentar o melhor possível. Acho que isso acaba englobando a parte física e mental. Eu também escuto áudios “preparatórios” antes de começar a jogar (online ou live), que acho que tem uma influência grande.

Você tem alguma mania ou ritual quando está jogando?

O único “ritual” que eu tenho é escutar os áudios preparatórios antes de jogar, acho que eles ajudam a focar e tomar as melhores decisões in game.

Você acredita que ainda haverá mais algum “boom” no Poker? O que espera do cenário do Poker nacional daqui pra frente?

Boom como era pré-Black Friday acho difícil, mas acredito em pequenos “booms” principalmente no mercado asiático. Quanto ao Poker nacional, só vejo crescimento à frente, principalmente levando em consideração o tanto de pessoas conhecidas que se tornam adeptas do jogo todos os dias e a possibilidade de cassinos existirem aqui num futuro.

Quais são seus próximos passos dentro do Poker?

Estudar e jogar até eu não precisar mais fazer isso como trabalho, acho que isso é o “endgame” em qualquer profissão.

Jogo rápido:

– Ídolo dentro do Poker: bigbluffzinc.
– Ídolo fora do Poker: minha mãe.
– Comida preferida: pastel.
– Banda preferida: Forfun.
– Filme favorito: Fight Club.
– Série favorita: Ricky e Morty.

Veja algumas notícias sobre o mundo do poker.
18 de outubro de 2019
Move Up no Poker by Ramonkrop
2 de setembro de 2019
Preparação para o WCOOP